terça-feira, 20 de outubro de 2009

Ninguém pinta como eu pinto!

Grandes acontecimentos geram grandes encontros, como este no qual o produtor, modelo e, principalmente, colaborador Humberto Arruda mostra a sua intimidade com a arte Naif e pede ao grande artista plástico Clóvis Júnior para figurar numa tela sua, mas Clóvis disse que sua arte, apesar de moderna, é primitiva, portanto não seria o pincel mais indicado para reproduzar figura tão delicada em tons de rosa e assim declinou da pintada. Tudo isso aconteceu na cobertura, no bom sentido é claro, da abertura do Mussulo.

4 comentários:

Julin viu e disse...

Genial gordo! como diria nosso Joca Abrão, essa pintura de foto é "a emoção em cores". Sem falar no detalhe que Ruth Avelino, nossa super, hiper, mega jornalista está com o que na mão? Só ... Só ... Só uma TACINHA...!!!!

Ibra Hisso Edmais disse...

Julin voce notou a presença da grande promoteur de assustados Ruthinha, mas não notou que ninguém ficou mais assustada que a jovem da direita que "sarta" de banda com uma "Tacinha" na mão.Será medo da outra? Tacinha é lógico!!!

de cássia disse...

ha,ha,ha,ha....
Nosso querido H. Arruda, como sempre, rendendo boas matérias para o Gordo:)
Aliás, vou remeter uma foto do H.A., que o gordo vai adooooorar. Ressalte-se que tenho a anuência de Humberto para fazer o referido envio!:)
aguardem!

carla disse...

Essa foto entra pra história