sábado, 6 de fevereiro de 2010

24ª Companhia!

Tropa não obedece a militar homossexual, diz general no Senado O general Raymundo Nonato de Cerqueira Filho, indicado para ocupar uma vaga de ministro do Superior Tribunal Militar (STM), disse nesta quarta-feira (3) que soldados não obedecem a comandantes homossexuais. Segundo Cerqueira Filho, as atividade desempenhadas pelas Forças Armadas não são adequadas a homossexuais. “Talvez tenha outro ramo de atividade que ele, o militar homossexual, possa desempenhar”, afirmou.
***
Esse general não sabe que a orientação sexual não tem nada a ver com ordem unida, aliás os homossexuais são perfeitos militares, pois sempre estão com o uniforme impecável, são experts em movimentos sicronizados, não tremem sob ameaças de armas de grosso calibre, se camuflam como nínguém e mesmo diante da maior dureza nunca fogem da luta. Além do mais qual a mona que não gostaria de servir ao exército ou pelo menos a um pelotão?

Um comentário:

Alberto Pagels disse...

Já dizia o ilustre maqueador do BBB10 Dissesar: ADOGO!

Opção sexual não tem nada a ver com autoridade, não sou gay, mas respeito os São Paulinos em geral.