quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Banheiro qui mico! Na verdade quem fez m&rd@ foi a polícia!

Advogado preso e agredido na Festa das Neves vai processar o Estado! Sob o título de "Violência Policial & Abuso de Autoridade - O respeito à Lei e à Garantia dos Direitos Fundamentais (Direitos Humanos)", o advogado Alexandre Guedes, de João Pessoa, distribuiu na Internet, nesta quarta-feira (6) o seu relato sobre o episódio que culminou com a sua prisão no último domingo (3), na Festa das Neves.
***
Na realidade ele estava preso no banheiro e ao sair foi preso novamente e de maneira arbitrária e violenta. Os pê-u-pu-lê-i-li-cê-a-ça(PULIÇA) não compreenderam a agonia e o desespero de quem fica preso dentro de uma arma química, pois o advogado não estava depredando o patrimõnio público e sim tentando sobreviver ao cheiro do ralo. Ele escapou fedendo do banheiro, porém não se livrou da C*g@d* da polícia.

2 comentários:

paulo vinicius disse...

JUS "tificandi" FUMUS BONUS JURIS EST.


Na 1a. edição da notícia, aqui veiculada, emiti um comentário acerca do episódio que culminou com a prisão do advogado. Diante das circunstancias noticiadas, quero reconhecer publicamente meu julgamento prévio e, agora, conhecendo melhor as razões e sabedor de quem se trata a pessoa envolvida, reconheço que houve, no mínimo, precipitação da polícia. Lamento o ocorrido com Alexandre nao só porque eu o conheço, como lamentaria com qualquer cidadão de bem e, espero que os culpados pelo excesso sejam responsbilizados.

pianco disse...

Concordo plenamente e digo mais a polícia não podia prendê-lo e muito menos o banheiro químico