domingo, 19 de outubro de 2008

Patrimônio da desunião!

Clientes de quiosques da orla insatisfeitos sem mesas na areia! Diversos quiosques da orla de João Pessoa já registraram queda de até 75% no fluxo de clientes por conta da determinação da retirada de mesas e cadeiras da faixa de areia, além do limite máximo de 25 mesas por cada estabelecimento. A medida já gerou uma série de demissões e também tem causado a insatisfação de vários clientes.
***
João Pessoa é a primeira cidade do nordeste a determinar que na praia o turista e a população local só podem ficar em pé, deitado ou fingindo de morto. Na dança do Patrimônio da União só João Pessoa mexe com as cadeiras, quero ver eles tirarem em Fortaleza, pode esperar sentado, desde que não seja numa praia da capital paraibana.

3 comentários:

Anônimo disse...

Os ricos da cidade, a começar por certo morador do cabo branco, não querem que os pobres tenham essa diversão aos domingos. A praia é só pra eles. Primeiro foi a Micaroa, depois a perseguição aos ambulantes, agora os barraqueiros. Quer um conselho? Corra!

pianco disse...

Gostaria de saber quem é este certo morador do Cabo Branco, aliás desde já começo a achar que ele pode até ser morador do Cabo Branco, agora certo já é demais!

carla disse...

A quem é contra a medida,só gostaria de lembrar que a praia é de todos sim,mas não foi feita pra levar mesa e cadeira de prástico e suja
Ninguém merece!
A Natureza agradece!