quarta-feira, 4 de março de 2009

Ficaram com cara de barraca!

TJ decide manter barracas no Bessa O Tribunal de Justiça (TJ) indeferiu ontem pela manhã o recurso da Prefeitura de João Pessoa para derrubar a liminar que garantia a permanência das barracas na Praia do Bessa. O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Ivan Burity, afirmou que agora o processo será reiniciado pela Gerência Regional do Patrimônio da União (GRPU) e pela Advocacia Geral da União. Segundo informações do gerente do Patrimônio da União (GRPU), Wéllison Silveira, a decisão judicial julgou que não aprovar um projeto urbanístico de reordenamento foi uma decisão arbitrária. “Agora, o Comitê Gestor da Orla vai ter que se reunir novamente para discutir a aprovação de um reordenamento.
***
A decisão da justiça foi como um trator e passou por cima da arrogância de muita gente. Agora o Secretário de Envolvimento com Collor e Desenvolvimento Urbano vai ter mais tempo para cuidar dos seus afazeres e de suas pousadas em terrenos da união e o nosso prefeito vai ter que descer do seu posto de todo poderoso, pois o governador Maranhão já mostrou que até no PSB ele não é Nadja.

4 comentários:

JULIN D'adelaidée disse...

HA HA HA !!! TA VENDO ? !!! É ASSIM QUE A BANDA TEM QUE TOCAR, AFINADINHA COM A VONTADADE POPULAR E NAO COM ARRANJOS OGRO-DESCENDENTES(*) COMO QUERIA O EDIL MAESTRO.

OGRO-DESCENDENTE = FEIO (Segundo o novíssimo dicionário da língua Piancoense)

de cássia disse...

"ELE NÃO É NADJA"!! ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha,haha,ha,ha,ha.........

Gordo, até no computador minha risada o acompanha!

Piancó disse...

A cidade realmente não merece ficar com a cara dos seus gestores e a justiça tratou de reparar isto. Agora o terrível vai ter que arrumar um emprego no camping da Praia do Seixas para matar sua vontade de desarmar barracas.

DCE IESP - Atitude Já! disse...

Eu acho que o MAGO é muito é invejoso, vive destruindo o sustento dos outros para construir praças e monumentos, claro que tem sido um otimo prefeito, mas em tempos de crise, não podemos desempregar tanta gente e ainda por cima demolir estabelecimentos sem nenhum tipo de restituição do valor. Onde é que vou comer um carangueijo agora, e depois enterrar na areia? Vou ter que comprar em Chicó, colocar num ISONOR levar pra praia do Cabo Branco, ficar no sol, porque se armar a barraca Ivan o Terrivel derruba, comer o carangueijo sem qualquer higiene, tomar refrigerante quente, pegar um cancer de pele e pra completar deixar a praia suja, porque a raiva que vai me dar vai ser tremenda